Na hora de viajar dá um aperto no coração por ter que deixar o seu amigo em casa aos cuidados de outra pessoa. Então, a melhor opção é levá-lo junto. Tanto ele quanto você saem ganhando. Porém, se você for viajar de avião serão necessários alguns cuidados para que tudo corra bem durante o trajeto.

As companhias aéreas são cheias de burocracia e regras quando o assunto é levar um animal dentro do avião. Além de disso, elas não são lá muito organizadas e você ainda corre o risco de perder o seu amigo durante a viagem ou que ele seja trocado por outra pessoa. Só de pensar nisso já parece terrível. Para fugir desses problemas nada melhor do que se planejar para que tudo saia da melhor forma possível.

Na hora de comprar a passagem


Os voos que possuem muitas paradas ou conexões devem ser evitados. Escolha um que, de preferência, vá direto para o local de destino. Viajar à noite também é uma maneira de evitar que o seu cachorro vá parar na mão de outras pessoas, pois nesses horários há menor movimento. E se ele, por algum motivo, conseguir escapar será mais fácil de encontrá-lo do que no horário do “rush” dos aeroportos.

Se o pet está autorizado a ir com você é melhor ir de primeira classe. Os bancos têm mais espaço e acesso de maneira prioritária para sair e entrar no avião. Se ele tiver que ir no compartimento de carga é melhor avaliar as condições climáticas do lugar de partido e do de chegada. Lugares muito frios ou muito quentes podem colocar a vida do cachorro em risco.

Escolha uma boa caixa de transporte


Cada companhia tem um tamanho limite para a caixa de transporte que deve corresponder ao tamanho do pet. Para saber se a caixa está confortável para o cachorro, ele deve conseguir ficar de pé com apoio nas quatro patas e poder girar 360° sem apertos.

As caixas de ser feitas em plástico de qualidade e verifique se as travas de segurança conseguem ficar fechadas mesmo que o pet tente abri-la. Para reforçar ainda mais você pode colocar braçadeiras de plástico prendendo a grade à caixa no chão e no teto. O local de carga das aeronaves é climatizado e pressurizado, portanto não se preocupe.


Sempre prefira leva-lo na cabine

Se o seu cachorro é de pequeno porte, provavelmente você terá maior facilidade em encontrar uma companhia aérea que permita que ele vá do seu lado a viagem inteira. O problema é que neste caso a caixinha deve ir no chão do avião e você precisa ter a certeza de que ela caberá entre a sua poltrona e a da frente.

Nunca abra a caixa de transporte durante o trajeto

Algumas semanas antes de viajar procure deixar o cachorro dentro da caixa por alguns minutos para que ele vá se habituando ao espaço. Quando ele entrar no avião estará num ambiente diferente com pessoas diferentes e pode ficar ainda mais assustado dentro da caixa. Isso reduzirá gradativamente o medo que ele poderá sentir durante o voo.

Isso também serve para que o dono não fique aflito ao ver o seu amigo com medo e ficar tentado a abrir a porta da caixa de transporte. Não importa o tamanho que ele tenha ou que seja muito manso é melhor não arriscar. Ele poderá sair correndo pelo avião de repente e isso pode fazer com que você seja expulso pela companhia.

Coloque identificação


Se o seu cachorro não tem coleira, então providencie uma e coloque nele para que se acostume a usá-la. A intenção desse procedimento é que você possa colocar na coleira algo que o identifique como o nome do dono, o telefone e até mesmo o idioma de origem em casa de viagens para outros países.

Se o voo tiver conexões você pode pedir aos funcionários para abrir o compartimento de carga e ficar com o seu cachorro até o horário da decolagem. Outro instrumento que pode ser muito útil é colocar um GPS no seu cão. Você viajará mais tranquilo sabendo exatamente onde ele está e se ele sumir poderá encontra-lo rapidamente.

E se ele sumir?


Se mesmo com todos esses cuidados o seu cachorro sumir (pode acontecer), primeiro mantenha a calma. Comunique imediatamente à companhia aérea. A Anac e o Ministério da Agricultura do aeroporto também devem ficar cientes do ocorrido. Em caso de morte ou perda do cachorro é possível recorrer à justiça em busca de uma indenização por danos materiais e morais

Fonte:http://webcachorros.com.br/dicas-para-quem-vai-viajar-de-aviao-com-um-cachorro/

, 21/05/2018

Entre em contato

Ninhadas

Ferrari   Nega

Ferrari x Nega

Previsão: 10/07/2020

  Conheça

Ferrari x Nega

Previsão: 10/07/2020
Machos: 0
Fêmeas: 0
Disponíveis: 0
Panda   Jessy

Panda x Jessy

Previsão: 05/09/2020

  Conheça

Panda x Jessy

Previsão: 05/09/2020
Machos: 0
Fêmeas: 0
Disponíveis: 0
Bruce   Dreamer

Bruce x Dreamer

Nascimento: 14/05/2020

  Conheça

Bruce x Dreamer

Nascimento: 14/05/2020
Machos: 0
Fêmeas: 0
Disponíveis: 0
Panda   Guess

Panda x Guess

Nascimento: 24/05/2020

  Conheça

Panda x Guess

Nascimento: 24/05/2020
Machos: 1
Fêmeas: 4
Disponíveis: 1
Ferrari   Nega

Ferrari x Nega

Nascimento: 10/07/2020

  Conheça

Ferrari x Nega

Nascimento: 10/07/2020
Machos: 3
Fêmeas: 2
Disponíveis: 3
Bruce   Pandora

Bruce x Pandora

Nascimento: 18/07/2020

  Conheça

Bruce x Pandora

Nascimento: 18/07/2020
Machos: 1
Fêmeas: 1
Disponíveis: 1
Bruce   Ana Luz

Bruce x Ana Luz

Nascimento: 29/07/2020

  Conheça

Bruce x Ana Luz

Nascimento: 29/07/2020
Machos: 0
Fêmeas: 1
Disponíveis: 1
Joca   Allanis

Joca x Allanis

Nascimento: 08/09/2020

  Conheça

Joca x Allanis

Nascimento: 08/09/2020
Machos: 2
Fêmeas: 2
Disponíveis: 4